Arquivo de etiquetas: MÚSICA

NA MÁXIMA DE JANEIRO, ESTRANHAMENTE PENTEADA

~ ~ ~

A Revista MÁXIMA diz que sou um dos nomes a reter para 2017, ao lado de pessoas que muito admiro, como por exemplo: a Joana Astofi e o Victor Hugo Pontes.

Tentou pentear-me.

Mas não conseguiu.

A entrevista é da Cláudia Marques Santos, a produção da Diana Bastos, e as fotos são do Gonçalo F. Santos numa sessão que conseguiu arrancar-me sorrisos depois de uma angustiada noite em branco a acompanhar as eleições dos EUA.

O Gonçalo foi responsável por uma das coincidências mais bonitas dos últimos tempos. Pediu-me para me deitar num sofá como se estivesse à espera de algo e, sem o querer, acabou por mimar uma gravura do século XIX de Rudolph von Deutsch  que retrata Penélope esperando Ulisses. Isto numa sessão de fotos para ilustrar uma entrevista onde revelo que o “Mergulho Em Loba” surgiu de uma reacção à história de Penélope na “Odisseia” de Homero.

Se tivesse sido combinado, não seria tão perfeito.

~ ~ ~