[PT]

Joana Barra Vaz  é realizadora,  argumentista  e compositora.

Autodidacta na guitarra e com formação em Piano Clássico, Argumento e Som para Cinema, tem colaborado musicalmente com José de Castro, Tv Rural, Bernardo Barata, e com Ricardo Jacinto em Parque.

Em 2006, no contexto de estágio curricular em argumento cinematográfico, Joana gravou, transcreveu, e traduziu a conferência do poeta e argumentista Tonino Guerra “Uma Lição de Cinema” (7Sóis7Luas) onde ele lhe disse: “Começaria tudo de novo com estas pequenas câmaras de filmar japonesas. Começaria de novo sabendo que um realizador jovem deve ter muita paciência. Quando se trabalha com um produtor, não há paciência, há quatro dias para filmar. Mas tu, sozinha, podes fazer tudo o que quiseres com coração, porque com estas pequenas máquinas isso é possível.”

“Uma Lição de Cinema” foi posteriormente editada nas revistas Verónica (2009) e Drama (2011).

Em 2011 Joana fundou o Arquivo web ‘A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria’ em conjunto com Tiago Pereira; realizou telediscos para Vitorino Voador, Trêsporcento, David Pires, Márcia, Verão Azul; e, entre outros vídeos musicais, o documentário musical ”Meu Caro Amigo Chico”, escrito em conjunto com Maria Joâo Marques e exibido nos festivais: Indie Lisboa’12, Muvi’14, e Mostra Internacional de Cinema de S. Paulo’12 — onde foi selecionado pelo público para competição.

Flume — ”Passeio Pelo Trilho” (EP Az 2012), produzido por José de Castro e Bernardo Barata, foi a sua estreia em disco, e o single ”Vai” marcou presença nos Novos Talentos Fnac’12.

Em Setembro de 2016 funda a plataforma artística e editora Bi-Du-Á cujo primeiro lançamento é o seu longa duração ”Mergulho Em Loba” (2016) produzido pela própria em conjunto com Luís Nunes e José Joaquim de Castro, tem arranjos e pré-produção em conjunto com David Pires, e conta com a participação dos músicos José Joaquim de Castro, David Pires, David Santos, Ana Nagy, Ricardo Jacinto, João Gil, Selma Uamusse, Gabriel Correia, e Mário Amândio.

O disco tem recebido as melhores críticas da imprensa especializada, figurando no topo de várias listas de melhores discos do ano.

~ ~ ~

[ENG]

Joana Barra Vaz is a filmmaker, scriptwriter and composer.

Having graduated in scriptwriting and sound for film, Joana is also a self-taught guitarist with training in classical piano. She has collaborated musically with José Castro, TV Rural, Bernardo Barata, and Ricardo Jacinto in PARQUE.

In 2006, in the context of her traineesheep in screenwriting,  Joana recorded, transcribed, and translated a conference by poet and screenwriter Tonino Guerra named “A Lesson in Cinema” (7Sois7Luas) when he told her: ” I would start it all all over again with these small japanese cameras. I would start again knowing that a young director must be very patient. When you work with a producer there is no patience, there are four shooting days. But you, alone, you can do whatever you want with heart, because these small cameras make it possible to do so.”

“A Lesson in Cinema”  was later published by magazines Verónica (2009) and Drama (2011).

In 2011 she founded, together with Tiago Pereira, the web music archive ‘A Música Portuguesa A Gostar Dela Própria’.  In 2012 she released her debut EP “Passeio Pelo Trilho”, produced by José de Castro and Bernardo Barata, and her lead single “Vai” was featured in the collection Fnac’s New Talents ‘12.

Joana has also directed music videos for Vitorino Voador, Trêsporcento, David Pires, Márcia, Verão Azul, and, together with Maria João Marques, with whom she has also written other music videos, she directed her first feature film: the music documentary “Meu Caro Amigo Chico” (2012). The documentary premiered at the film festivals Indie Lisboa ‘12, Muvi ‘14 and São Paulo International Film Festival where it was selected by the public for competition.

In September 2016 she founded the artistic platform and publishing company Bi-Du-Á and released her first LP “Mergulho Em Loba” (2016) — the record received excellent reviews and it is mentioned on some of best records of the year lists.

Foto de Maria João Marques