“MERGULHO EM LOBA” existe num universo entre o folk e a electrónica.

Composto entre 2012 e 2013, o disco é uma viagem sonora com canções que se sobressaltam sem paragens, em suites, convidando o ouvinte a fazer esse percurso e a sentir a urgência de chegar ao fim com uma resposta na ponta da língua ou no embalo da dança.

O primeiro longa duração de JOANA BARRA VAZ foi editado pela Bi-du-Á em Setembro de 2016 e apresentado no festival Vodafone Mexefest. Tem recebido as melhores críticas da imprensa especializada, figurando no topo de várias listas de melhores discos do ano de 2016.

Produzido por Joana Barra Vaz,  pré-produzido e arranjado em conjunto com David Pires + banda flume. Gravado em parte nos Estúdios IÁ por Bernardo Barata, assistido por Diogo Rodrigues, em Alvito “Road” com o co-produtor Luis Nunes, nos Fanqueiros do Som com o co-produtor José de Castro , na Sociedade Musical União Paredense e nas várias casas por onde Joana passou.

“Mergulho em Loba” conta com a participação de:

SELMA UAMUSSE – voz convidada no tema “Tanto Faz”

DAVID PIRES – Arranjos, Bateria, Percussão, Vozes

JOSÉ DE CASTRO –  Arranjos, Sintetizadores,  Percussão, Percussão de água, Programações, Copofones, Samples, Guitarra Eléctrica

DAVID SANTOS – Baixo Eléctrico

JOÃO GIL – Guitarras folk e eléctrica

RICARDO JACINTO – Violoncelo

ANA NAGY – 2ª voz em Suite II, Coros, Kalimba, Caixinha de Música

MÁRIO AMÂNDIO – Trombone

GABRIEL CORREIA – Trompa

JOANA BARRA VAZ – Arranjos, Voz, Coros, Guitarras Clássica, Folk e Eléctrica, Teclados Orla, Synth, Glockenspiel, Kalimba, Caixinha de Música,  Percussões e Paisagens sonoras e Samples. Letra e Música.

TIAGO ALVES – Co-compositor de “Margem de Lá”

MARIA JOÃO MARQUES – Acompanhamento e Revisão Literária

TIAGO RAPOSINHO – Apoio à produção, Sincronismo

TIAGO GOMES DE SOUSA – Mistura e Masterização

4 comentários a “MERGULHO EM LOBA (2016)”

  1. Pingback: CFOSPUK
  2. Pingback: MAMprEj
  3. Pingback: fgu0ygW
  4. Pingback: bitly.com

Os comentários estão fechados.